FUTEBOL INTERNACIONAL: Colombiano custa mais que o dobro de Neymar e quebra recorde na França.

FALCÃO GARCIA COM A CAMISA DE SEU NOVO CLUBE, O MÔNACO
ESPANHA - A contratação do artilheiro colombiano Radamel Falcão Garcia pelo Mônaco, da França, por 60 milhões de euros (pouco mais de R$ 166 milhões) foi a mais cara da história do futebol francês e um das dez maiores do mundo.
O valor pago pelos monegascos foi mais que o dobro dos 28 milhões de euros (quase R$ 78 milhões) desembolsados pelo Barcelona para contratar o astro brasileiro Neymar.
Uma possível explicação para a diferença no valor foi o tempo de contrato dos dois atletas.
Enquanto Falcão tinha vínculo com o Atlético de Madrid até 2016, o brasileiro poderia assinar com um novo time já no ano que vem, sem que o Santos recebesse nada, o que obrigou o Peixe a negociar o jogador por uma quantia bastante inferior aos 65 milhões de euros (R$ 180 milhões) que constavam como sua multa rescisória.
A transferência do colombiano de 27 anos superou Thiago Silva na lista das mais caras da França. Na última temporada, o zagueiro brasileiro havia se mudado para o Paris Saint-Germain por 42 milhões de euros (R$ 116 milhões, nos valores de hoje) mais um bônus de acordo com o desempenho do beque. 

Comentários