GINÁSTICA OLÍMPICA: Artur Zanetti confirma o favoritismo e é ouro no Mundial, da Bélgica.

ZANETTI EM LONDRES NA CONQUISTA DO OURO
ANTUÉRPIA (BÉLGICA) - Campeão olímpico nos Jogos de Londres, em 2012, o brasileiro Arthur Zanetti agora também é campeão mundial. O ginasta confirmou o favoritismo e conquistou a inédita medalha de ouro nas argolas neste sábado, na Antuérpia, na Bélgica. Com seu primeiro título mundial, Zanetti consolidou seu domínio na prova e mostrou evolução em comparação ao último campeonato deste nível, quando teve que se contentar com a medalha de prata, em 2011, no Japão.
Zanetti subiu no lugar mais alto do pódio ao obter a nota de 15,800 em sua aplaudida apresentação. Com um desempenho praticamente perfeito, ele levantou as arquibancadas e cravou a aterrissagem no solo. Satisfeito, não escondeu a comemoração mesmo sem ouvir o resultado. O ginasta surpreendeu porque não utilizou o movimento que leva seu nome na final. Seu grande trunfo foi apresentado recentemente à Federação Internacional de Ginástica e aprovado com a nota F, que representa o grau mais elevado de dificuldade. Mesmo deixando o movimento de lado, ele conseguiu superar seus rivais.
Para chegar à final, Zanetti registrou a segunda melhor nota nas eliminatórias, 15,733. Na ocasião, havia sido superado somente pelo chinês Yang Liu, com 15,866. Liu, maior rival do brasileiro, acabou decepcionando neste sábado ao não passar do 7º lugar. A medalha de prata ficou com o russo Aleksandr Balandin (15.733), enquanto o bronze foi para o norte-americano Brandon Wynn (15.666).

Comentários