FUTEBOL MARANHENSE: Justiça Federal penhora repasse que a CBF mandou para a FMF.

Foto ilustrativa
Todo dinheiro do repasse que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mandou para a Federação Maranhense de Futebol (FMF), dinheiro que serviria para pagar funcionários e impostos, relativo ao mês de janeiro, foi penhorado pela Justiça Federal nesta segunda-feira. 

O dinheiro foi bloqueado assim que a ordem de pagamento foi compensada e entrou na conta da FMF em uma agência bancária de São Luís.

O presidente da FMF, Antônio Américo Lobato Gonçalves, disse que o bloqueio foi para pagar parte da dívida da entidade para com o INSS e com impostos federais, que, na administração passada, deixaram de ser recolhidos. 

A penhora foi para amortizar a dívida antiga da FMF, que é superior a R$ 1 milhão e 200 mil, que não foram pagos para a Previdência Social e relativos a impostos federais, que também não recolhidos no tempo devido.

O presidente da FMF disse que, como o dinheiro penhorado é correspondente ao pagamento de funcionários da entidade, deverá tentar liberá-lo entrando com mandado de segurança. “Quem trabalha, precisa receber. 

O dinheiro de salário é sagrado”, ressaltou. Quanto à herança maldita, que recebeu ao assumir a Federação, Antônio Américo frisou que está negociando para evitar futuras penhoras, como a que ocorreu nesta segunda-feira. 

Comentários