ARGENTINA NA COPA DE 2014: Após 24 anos Argentina volta a disputar uma final de Copa do Mundo FIFA.

O CONTESTADO ROMERO VIRA HERÓI NAS COBRANÇAS DE PÊNALTIS
SÃO PAULO - Depois de 24 anos, a Argentina volta a disputar uma final de Copa do Mundo. A última vez que os hermanos estiveram em final de Copa, foi em 1990 na Itália.
A equipe de Leonel Messi precisou dos pênaltis para avançar à decisão do Mundial em solo brasileiro.  

Em jogo realizado na Arena Corinthians, em São Paulo, nesta quarta-feira ( 9 ), Messi & Cia derrotaram a Holanda por 4 a 2, nas penalidades, após empatar em 0 a 0, no tempo normal e prorrogação.

Com o triunfo, a Argentina encara os alemães na final do próximo domingo ( 13 ), no Maracanã. Será a terceira final de  Mundial entre as duas seleções. 

Em 1986, a Argentina de Maradona levou a melhor e conquistou o bicampeonato mundial. Já em 1990, a Alemanha de Lothar Matthäus o troco e chegou a tri.

TORCEDOR VESTIDO PAPA COMEMORA A PASSAGEM DOS HERMANOS A FINAL
O JOGO
Com  Robben e Messi bem marcados, sobrou vontade para os comandados de Van Gaal e Sabella na Arena Corinthians.
O primeiro lance de perigo saiu aos 15 minutos, em cobrança de falta de  Messi,  Cillessen fez a defesa.
A Holanda até ensaiou uma certa pressão, mas, viu a Argentina ter mais posse de bola (53% contra 47%) e finalizar mais: foram três arremates contra apenas um. A verdade é que faltou futebol na primeira etapa.

Na volta do intervalo, Van Gaal,  trocou o zagueiro Martins Indi pelo lateral Janmaat. Com isso, Kuyt voltou a atuar na lateral esquerda e Blind passou a ser o terceiro zagueiro. A Mudança evitou os  avanços da Argentina.
A Argentina voltou a levar perigo aos 28 minutos, quando Higuaín, finalizou na rede, mas pelo lado de.
Mesmo com esse cenário, o jogo quase não foi para a prorrogação. Aos 45, Robben recebeu e finalizou. Mascherano salvou a pátria argentina. Literalmente..
PRORROGAÇÃO
Na primeira etapa, a Argentina continuou fechadinha e arriscando contra-ataque, com Palacio e Agüero.
A Holanda por sua vez teve mais posse de bola, e tentava furar o bloqueio argentino,  mas a marcação rival era eficaz.
Já no segundo tempo, a Argentina,  teve as duas melhores chances. Ambas criadas por Messi. Mas Palacio, em cabeceio sem força, e Maxi Rodríguez, desperdiçaram.
MESSI COMEÇOU A SÉRIE DE COBRANÇAS PARA A ARGENTINA
COBRANÇA DE PÊNALTIS
Brilhou a estrela do contestado goleiro Romero. O goleiro argentino defendeu a primeira cobrança holandesa do zagueiro Vlaar.
Messi cobrou e abriu a contagem argentina. Em seguida Robben e Garay também marcaram, mas Sneijder bateu e Romero apareceu novamente. 
Agüero fez o terceiro dos hermanos, Kuyt o segundo da Holanda, Maxi Rodríguez converteu quarto e colocou a Argentina na finalíssima.
FICHA TÉCNICA
HOLANDA 0 (2) x 0 (4) ARGENTINA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data-hora: 9/7/2014 – 17h
Árbitro: Cüneyt Çakir (Fifa-TUR)
Auxiliares: Bahattin Duran (Fifa-TUR) e Tarik Ongun (Fifa-TUR)
Público: 63.267 presentes.
Cartões amarelos: Martins Indi e Huntelaar (HOL); Demichelis (ARG)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Não houve
Pênaltis: Vlarr (perdeu), Messi (0-1), Robben (1-1), Garay (1-2), Sneijder (perdeu), Agüero (1-3), Kuyt (2-3) e Maxi Rodríguez (2-4).

HOLANDA: Cillessen; De Vrij, Vlaar e Martins Indi (Janmaat); Kuyt, De Jong (Clasie) Wijnaldum, Sneijder e Blind; Robben e Van Persie (Hunterlaar)
Técnico: Louis Van Gaal.

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Demichelis, Garay e Rojo; Biglia, Mascherano e Enzo Pérez (Palacio); Messi, Higuaín (Agüero) e Lavezzi (Maxi Rodríguez)
Técnico: Alejandro Sabella.



Comentários