COPA DO BRASIL 2015: Moto diminui no finalzinho e vai a eliminação para a Ponte Preta.

MOTENSES E PONTE-PRETANOS BRIGAM NA JOGADA
SÃO LUÍS - O Moto Club encarou a Ponte Preta-SP, na noite desta quinta-feira (7/5),  no Estádio Castelão, pela segunda fase da Copa do Brasil, com um objetivo de fazer o jogo de volta em Campinas, e seguir vivo na temporada. Já que o time motense não tem calendário no segundo semestre. 

A equipe chegou a está perdendo por 2 a 0, e dando adeus a competição, até os 31 minutos da etapa final, quando Rayllan diminuiu para o Papão e garantiu o confronto de volta no interior paulista. 

Wanderson abriu o placar para o time campineiro aos 33 minutos de jogo. O atacante arrancou do meio campo adversário, deixou três defensores para trás e finalizou sem chances para Ranieri. A Ponte ampliou aos 12 minutos da etapa final, o meia Leandro recebeu passe na esquerda e finalizou com perfeição, um golaço. 

Com o resultado, a Macaca poderá perder por 1 a 0 ou empatar, que avançará para terceira fase da competição. Ao Moto Club, resta vencer por dois gols de diferença. Um novo 2 a 1, a favor do Moto, a definição da vaga será nos pênaltis. 

Quem passar nesse confronto, encara o vencedor de partida entre Coritiba e Fortaleza. No primeiro confronto entre as duas equipes, deu Fortaleza por 2 a 1, no Ceará. Agora a Ponte muda chave e volta suas atenções para o Brasileirão´o time estreia domingo, contra o Grêmio, às 11h, em Porto Alegre. O Moto, só treina já que não disputa outra competição.

FICHA TÉCNICA:
Local: Castelão, São Luis-MA.
Dia e data:  Quinta-feira, dia 7 de maio de 2015
Horario: 19h30.

Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro - RN
Auxiliares: Luis Carlos Camara Bezerra - RN e Vinicius Melo de Lima - RN
Cartões Amarelos: Roni e Jeferson (Ponte Preta) e Luis Fernando (Moto Club).
Gols: Wanderson e Leandrinho (Ponte Preta), Rayllan (Moto Club).

PONTE PRETA: João Carlos, Jeferson, Renato Chaves, Rodrigo Lobão (Diego Ivo) e Malcoon, Juninho, Vitor Xavier (Nathan), Adrianinho e Roni, Leandrinho (Kauê) e Wanderson.
Técnico: Alexandre Faganello.

MOTO CLUB: Raniere, Pacujá, Luis Fernando, Rodolfo e Rodrigo (Chico Bala), Sandro Bacabal, Davyd (Rayllan), Kléo e Wanderley (Ideilson), Naôh e Henrique.
Técnico: Filinto Holanda.

Comentários