MARANHENSE 2015: Imperatriz bate o Sampaio, com o Frei Epifânio e é campeão maranhense 2015

O CAPITÃO RUBENS LEVANTA O TROFÉU DE CAMPEÃO MARANHENSE 2015
IMPERATRIZ - Dez anos após a conquista do primeiro estadual de sua história, o Imperatriz volta a levantar o troféu de campeão Maranhense. Jogando na noite deste sábado (2/5), sobre os olhares de cerca de 10 mil torcedores, que lotaram o Frei Epifânio d'Abadia, o Cavalo de Aço derrotou o Sampaio Corrêa por 3 a 1 e sagrou-se campeão maranhense 2015. O primeiro título colorado, foi conquistado em 2005, em cima o Moto Club, em São Luís.  

Os gols do Cavalo de Aço foram de Júnior Chicão, Diego Valderrama e Rubens, de pênalti. Com o gol, o meia colorado terminou a competição como artilheiro com oito gols. O Sampaio descontou com Cleitinho.

Agora, o Imperatriz começa a pensar no Brasileiro Série D, a equipe espera a divulgação da tabela para conhecer seu primeiro adversário. O Sampaio direciona suas atenções ao Brasileiro da Série B e para o confronto de volta da Copa do Brasil contra o Palmeiras. Ambos os times também garantiram presença na Copa do Brasil e Copa do Nordeste, em 2016. 

O JOGO
O jogo começou bastante corrido. Os times se revezaram nas jogadas de ataque e nas finalizações de longa distâncias. Rubens era o que mais arriscava pela lado colorado.

O Imperatriz abriu o marcador aos 10 minutos do primeiro tempo. Júnior Chicão aproveitou erro de marcação da defesa tricolor, após bola levantada na área e desviou de perna esquerda. Imperatriz 1 a 0 Sampaio.

O Tubarão sentiu o baque, e só veio reagir aos 15 minutos, em chute de fora da área do atacante Pimetinha, que passou longe do gol. E a primeira etapa terminou com o Colorado em vantagem.

Veio o segundo tempo, e aos seis minutos, o árbitro assinalou pênalti para o Imperatriz: Após jogada pela esquerda com Edson, Cris chutou e Mimica colocou as mãos na bola dentro da área. Rubens cobrou e converteu. Imperatriz 2 a 0 Sampaio.

O que já era bom para Cavalo de Aço, ficou ainda melhor. Quando aos 16 minutos, Rubens cobrou falta de longa distância, o goleiro Milton Raphael deu rebote e Diego Valderrama completou para o fundo da rede. Imperatriz 3 a 0 Sampaio Corrêa

Com a vantagem no placar, o Imperatriz puxou o freio de mão, se fechou e passou usar os contra-taques. O Sampaio tentava, mas não conseguia furar o bloqueio imperatrizense.

Já pelos trinta minutos, a equipe de Vinícios Saldanha começou a trocar passes, e torcida colorada começou o coro: “olé, olé, olé. É campeão, é campeão”.

No fim da partida, com o título já garantido, Cleitinho fez o gol de honra da equipe do técnico Oliveira Canindé. E terminou assim: Imperatriz 3 a 1. 

Comentários