FUTEBOL BRASILEIRO: A pedido da torcida, diretoria do Santos coloca camisas em homenagem a Zito à venda.

CAMISA EM HOMENAGEM À ZITO /FOTO SITE DO SANTOS
SANTOS - No último dia 14 de junho, o Brasil perdeu um de seus maiores ícones do futebol. José Ely de Miranda, o Zito, que nos deixou aos 82 anos em Santos e emocionou muitos torcedores e ex-companheiros de profissão. Diante disso, o Peixe resolveu homenageá-lo na partida contra o Corinthians estampando seu rosto na parte frontal da camisa. Nas costas, ao invés dos nomes dos jogadores, apenas a frase: Obrigado, Zito.
Após a vitória por 1 a 0 no clássico de sábado (27/6), o clube recebeu inúmeros pedidos para que a camisa especial fosse comercializada. Diante disso, a diretoria se mobilizou e colocou o uniforme à venda. A iniciativa foi muito bem recebida e a expectativa é que o estoque se esgote em pouco tempo. As vendas acontecem apenas na loja física do Alvinegro, localizada nas dependências da Vila Belmiro.
Zito era conhecido como ‘o único que dava bronca em Pelé’. O Rei se referia ao ex-camisa 5 como “senhor”. Enérgico, craque e muito querido por todos, Zito disputou 727 partidas com a camisa santista e marcou 57 gols.
Ficou marcado na história do clube por conquistar dez vezes o Campeonato Paulista (1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967 e 1968), cinco vezes a Taça Brasil (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965) e três vezes o Rio São Paulo (1959, 1962 e 1964). Mas os troféus mais importantes, sem dúvida, fora as duas Copas Libertadores da América e os dois Mundiais em 1962 e 1963.
Pela seleção brasileira, conquistou duas Copas do Mundo, em 1958 e 1962, ao lado de gênios como o próprio Pelé e Garrincha.


Comentários