BRASILEIRO SÉRIE B 2015: Em noite inspirada de Nadson, Sampaio faz o dever de casa e bate o Bragantino

NADSON FOI O NOME DA VITÓRIA DO SAMPAIO SOBRE O BRAGANTINO
SÃO LUÍS - O Sampaio Corrêa fez o dever casa na noite desta terça-feira (4/8), ao bater o Bragantino por 2 a 0, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O confronto foi realizado no Castelão, em São Luís. Os gols da partida, foram anotados pelo meia Nadson, um no primeiro e um na segunda etapa.

Com o resultado, o Sampaio foi aos 28 pontos e assumiu provisoriamente a quinta colocação na tabela, mas ainda pode ser ultrapassado por Náutico e Paysandu, que ocupam as duas posições seguintes e ainda entram em campo pela rodada.

Já o Bragantino segue no meio da classificação, com 22 pontos, ocupando o 10º posto, que também pode ser perdido até o fim das outras partidas, neste sábado.

O Sampaio volta a campo na próxima terça-feira (11 de agosto), quando recebe o CRB, novamente no Castelão. O Bragantino, por sua vez, atua também como mandante no mesmo dia, contra o Paraná, no Estádio Nabi Abi Chedid.

O jogo
Apoiado pela torcida tricolor, o Sampaio começou tentando pressionar no Castelão. Mas o ritmo da partida era lento, esbarrando em passes errados e disputas de bola no meio-campo, e a primeira chance de gol aconteceu aos oito minutos, quando Pimentinha arrancou e bateu da entrada da área, mas mandou direto para fora.

Quatro minutos depois, foi a vez de Válber desperdiçar boa oportunidade. Após cruzamento de Raí, que o goleiro Rafael não conseguiu cortar, a bola sobrou para o meia, que também errou o alvo. Aos 18, Plínio ainda pegou rebote em saída errada do arqueiro adversário, mas também mandou para fora.

Cinco minutos depois, no entanto, Nadson não vacilou, e chutou forte de dentro da área para, após desvio no travessão, balançar a rede e abrir o placar. Os donos da casa ainda se mantiveram no campo de ataque, mas não voltaram a ameaçar, e, aos 45 minutos, Válber foi substituído por Cleitinho no meio-campo da equipe.

Buscando reagir na partida, Wagner Lopes trocou o meio-campista Bruno Costa pelo atacante Lincom no intervalo. Apesar da alteração, o Sampaio Corrêa continuou superior na partida e, aos 14 minutos, ampliou sua vantagem, novamente com Nadson. O meio-campista aproveitou saída errada do Bragantino e tocou por cobertura para fazer um belo gol e colocar 2 a 0 no placar, recebendo até cartão amarelo pela empolgação na hora de celebrar.

Wagner Lopes reagiu com nova alteração de caráter ofensivo na sequência, colocando o atacante Johnathan no lugar do meio-campista Chico. Os jogadores de frente do Bragantino, no entanto, seguiram pouco criativos e produtivos no Castelão, ao passo que os donos da casa diminuíram o ritmo.

Aos 35 minutos, a torcida reclamou muito após a expulsão do lateral Marcelinho, que recebeu seu segundo cartão amarelo por retardar reposição de bola do Bragantino. Aos 44, após domínio durante toda a partida, o Sampaio ainda teve a última chance antes do apito final com Raí, que chutou de longe e acertou a trave.
FICHA TÉCNICA:

SAMPAIO CORRÊA 2 x 0 BRAGANTINO

Local: Estádio Castelão, em São Luís-MA
Data: 4 de agosto de 2015, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Assistentes: José Maria de Lucena Netto (PB) e Luis Carlos Câmara Bezerra (RN)
Cartões amarelos: Nadson (Sampaio Corrêa); Bruno Costa, Rodney e Alan Mineiro (Bragantino)
Cartão vermelho: Marcelinho (Sampaio Corrêa)
GOLS: SAMPAIO CORRÊA: Nadson, aos 23 do primeiro tempo e aos 14 minutos do segundo tempo

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Viana; Marcelinho, Plínio, Luiz Otávio e Raí; Dê, Léo Salino, Nadson (Arlindo Maracanã) e Válber (Cleitinho); Douglas Oliveira (Henrique) e Pimentinha
Técnico: Leonardo Condé

BRAGANTINO : Rafael Copetti; Rodney (Moisés), Leandro Silva, Luan e Roberto; Jocinei, Bruno Costa (Lincom), Alan Mineiro, Chico (Johnathan) e Wigor; Rodolfo
Técnico: Wagner Lopes


Comentários