BRASILEIRO DA SÉRIE A: Após oito rodada de jejum, Fluminense volta a vencer na Série A.

APÓS OITO RODADAS O FLUMINENSE VOLTOU A VENCER
RIO DE JANEIRO - Após um jejum de oito rodadas sem vencer, o Fluminense reencontrou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro. O Tricolor Carioca derrotou o Goiás por 2 a 0, na noite desse sábado (26/9), no Maracanã, pela 28ª rodada da competição. Os gols foram marcados por Fred e Gustavo Scarpa, um em cada tempo de partida. 

O triunfo desse sábado sobre a equipe goiana, foi o primeiro do técnico Eduardo Batista, no comando do Flu, depois dois jogos à frente da equipe carioca.
Com o resultado, o Fluminense conseguiu a primeira vitória no returno, e foi aos 37 pontos na 10ª posição, se afastando da zona de rebaixamento. O Goiás segue com 31 pontos, na 16ª colocação.

As duas equipes voltam a joga pela Série A, no próximo domingo (4/10), às 16h. O Fluminense visita o Santos, na Vila Belmiro. E o Goiás recebe o Figueirense, no Serra Dourada.
O JOGO
Com Ronaldinho Gaúcho em campo, o Fluminense partiu ao ataque desde o primeiro minuto. Aos três minutos, Jean lançou Gustavo Scarpa que chutou cruzado para boa defesa de Renan. mais avançado do que o habitual, Ronaldinho trocava de posição com Fred, tentando confundir a defesa goiana.

O Tricolor das Laranjeiras tomava a iniciativa, enquanto a equipe visitante apenas procurava se defender, mantendo apenas Zé Love adiantado. Aos 14 minutos, Fred recuou para a armação e fez ótimo lançamento para Gustavo Scarpa que não conseguiu dominar a bola e acabou desperdiçando a jogada. A partir dos 20 minutos, os torcedores tricolores passaram a demonstrar impaciência com os erros de passes cometidos pela equipe dirigida por Eduardo Baptista.

O Fluminense marcou o primeiro gol aos 28 minutos. Ronaldinho Gaúcho surpreendeu a defesa adversária ao cobrar uma falta, enquanto os goianos preparavam a formação da barreira. Léo Pelé recebeu na esquerda e cruzou para a conclusão perfeita de Fred. O atacante acabou com seu jejum de gols. Não marcava desde a última vitória do Flu, contra o Figueirense, no dia 16 de agosto.

Os jogadores do Goiás reclamaram muito, alegando que a cobrança não havia sido autorizada, mas o árbitro confirmou o gol.
Em desvantagem, o Goiás partiu para buscar o empate e quase alcançou seu objetivo, aos 35 minutos. Após confusão na área carioca, a bola sobrou para Bruno Henrique que encheu o pé. A bola desviou na zaga e quase complicou Diego Cavalieri, mas o goleiro mostrou reflexo e evitou o gol do empate.
Depois de marcar o primeiro gol, o Tricolor das Laranjeiras não conseguiu mais criar jogadas de perigo para o gol de Renan, e Ronaldinho praticamente sumiu em campo. Nos minutos finais. o time visitante manteve a pressão, mas não conseguiu criar nenhuma jogada efetiva de gol.
O Fluminense voltou para o segundo tempo com Marcos Junior no lugar de Ronaldinho Gaúcho, substituição aplaudida pela torcida tricolor.
Aos quatro minutos, o Tricolor carioca ampliou o marcador. Após falha de Felipe Macedo, Fred fez ótimo lançamento para Gustavo Scarpa que deu um lençol no zagueiro Fred e completou de pé direito, no ângulo esquerdo de Renan. Um golaço.
Sem outra alternativa, o time goiano partiu para tentar descontar a vantagem do adversário, mas continuou encontrando muitas dificuldades para penetrar na área do Fluminense. O atacante Lineker entrou no lugar do volante Rodrigo e o time visitante tentou fazer pressão, mas não conseguia chegar com objetividade na área tricolor, se perdendo em inúteis trocas de passes na intermediária.
O Fluminense passou a administrar o resultado, desistindo das manobras ofensivas para segurar a bola e tentar evitar que o adversário conseguisse construir jogadas de real perigo para o gol de Diego Cavalieri.
Só a partir dos 30 minutos é que o Goiás voltou a ameaçar. Zé Love recebeu na grande área, iludiu a marcação de Jean e chutou forte, mas Diego Cavalieri fez grande defesa. O goleiro tricolor voltou a aparecer bem, aos 36 minutos, em outra conclusão de Zé Love, o mais eficientes dos atacantes da equipe do Planalto Central.
Diego Cavalieri voltou a brilhar aos 38 minutos, ao espalmar uma cobrança de falta bem executada por Lineker.
Aos 44 minutos, em cobrança de falta na entrada da área, o zagueiro Fred bateu falta e a bola se chocou com o travessão, na última oportunidade criada pelo Goiás na partida.
FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 0 GOIÁS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de setembro de 2015 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Público: 11.725 presentes
Cartões amarelos: Gustavo Scarpa, Fred, Cícero, Pierre(Flu); Bruno Henrique, Felipe Macedo, Erick(Go)

GOLS:
FLUMINENSE: Fred, aos 28 minutos do primeiro tempo; Gustavo Scarpa aos quatro minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jean, Marlon, Gum e Léo Pelé; Pierre, Cícero, Gustavo Scarpa (Wellington Paulista) e Gerson (Osvaldo): Ronaldinho Gaúcho (Marcos Junior) e Fred
Técnico: Eduardo Baptista

GOIÁS: Renan; Gimenez (Everton), Felipe Macedo, Fred e Rafael Forster; Rodrigo (Lineker), Patrick e David; Bruno Henrique (Carlos Eduardo), Erik e Zé Love.
Técnico: Artur Neto

Comentários