BRASILEIRO DA SÉRIE B 2015: Jheimy marca duas vezes, Sampaio Corrêa supera o Mogi Mirim e volta ao G-4

JHEIMY SAIU DO BANCO PARA DAR A VITÓRIA AO SAMPAIO
SÃO LUÍS - Após sair do G4 na última rodada ao empatar com o Macaé, na casa do adversário, o Sampaio Corrêa voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B e retornou ao grupo dos quatro melhores da competição. Nesta terça-feira, 1º de setembro, o time maranhense recebeu o Mogi Mirim, no Castelão, em São Luís, e venceu por  3 a 1. Os gols do Sampaio foram marcados por Jheimy, que saiu do banco para anotar duas vezes, e Pimentinha. O tento dos paulistas foi assinalado por Matheus Ortigoza.

Com o resultado positivo, o Sampaio Corrêa retornou ao G-4, alcançando o terceiro posto da tabela, com 38 pontos. Já o Mogi Mirim continua amargando a zona da degola para a Série C, ocupando a lanterna do campeonato, com 18 unidades.

Sampaio Corrêa e Mogi Mirim voltam a campo pela Série B na próxima sexta-feira, às 19 horas (de Brasília). O clube maranhense visita o Náutico na Arena Pernambuco, enquanto o elenco do interior paulista recebe o Oeste no estádio Romildo Ferreira.

O jogo
Atuando diante de sua torcida, o Sampaio Corrêa começou melhor o confronto contra o Mogi Mirim. Aos 19 minutos da primeira etapa, Pimentinha armou um contra-ataque usando sua velocidade, servindo Edgar. O atacante cabeceou, sem marcação, mas não conseguiu acertar a meta do time paulista.

O marcador do Castelão foi inaugurado com 29 minutos de bola rolando no primeiro tempo. Para a alegria da torcida maranhense, Pimentinha recebeu um longo lançamento de Edgar. O atacante do Sampaio Corrêa mostrou classe e encobriu o goleiro Daniel para fazer o primeiro do elenco de São Luís.

O Mogi Mirim também criou perigo na primeira etapa. Aos 38 minutos, Memo arriscou de longe e acertou a trave direita da baliza defendida pelo goleiro Rodrigo Viana. No rebote, Matheus Ortigoza não conseguiu aproveitar, chutando mal.

Os visitantes não se acanharam na segunda etapa e foram para cima do time do Maranhão. Com 18 minutos de bola rolando na parcial, Serginho cobrou escanteio na primeira trave e encontrou Matheus Ortigoza. O atacante do Mogi Mirim se antecipou e testou de cabeça para deixar o marcador empatado em 1 a 1 no Castelão.

Buscando voltar a liderança do marcador, o Sampaio Corrêa deu um grande susto no goleiro Daniel. Pimentinha passou por Serginho e Dieguinho, adentrando a área dos paulistas. O jogador chutou, mas a bola parou em Fábio Sanches. No rebote, o atleta do clube maranhense finalizou novamente, mas o arqueiro do Mogi Mirim espalmou a bola.

Após quase levar o segundo tento, o Mogi Mirim ficou perto da virada no Castelão. Aos 26 minutos, Luiz Fernando girou perto da entrada da área e chutou. A bola acertou caprichosamente o travessão do arco maranhense, deixando os visitantes com o grito de gol entalado na garganta.

O Sampaio Corrêa não demorou em responder o time paulista. Aos 32 minutos, Pimentinha cruzou da direita, Diones cabeceou e Daniel defendeu. Só que no rebote, a bola sobrou para o recém-ingressado Jheimy, que apenas teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo da rede, fazendo o segundo gol dos maranhenses.
Jheimy continuou com tudo e fez o seu segundo tento na partida, sacramentando o triunfo do Sampaio Corrêa por 3 a 1. Aos 44, Raí cruzou da esquerda e o atacante do clube maranhense mergulhou para desviar a bola de cabeça, não dando chances para o goleiro Daniel.

FICHA TÉCNICA:
SAMPAIO CORRÊA 3 X 1 MOGI MIRIM
Local: Estádio Governador João Castelo (Castelão), em São Luís-MA
Data: 1º de setembro de 2015, terça-feira
Árbitro: Rodrigo Carvalhães (RJ)
Assistentes: Inácio Barreto (AP) e Rogério de Oliveira (PI)
Cartões amarelos: Wilian Simões, Léo Salino, Jheimy, Pimentinha e Válber (Sampaio Corrêa); Serginho e Dieguinho (Mogi Mirim)
GOLS: SAMPAIO CORRÊA: Pimentinha, aos 29 minutos do 1º tempo, e Jheimy, aos 32 minutos e 44 minutos do 2º tempo
MOGI MIRIM: Matheus Ortigoza, aos 18 minutos do 2º tempo

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Viana; Daniel, Mimica, Luiz Otávio e Wilian Simões (Raí); Diones, Léo Salino, Nadson, Edgar (Válber) e Pimentinha; Douglas Oliveira (Jheimy).
Técnico: Léo Condé

MOGI MIRIM: Daniel; Michel Tiago (Dunguinha), Fábio Sanches, Paulão e Dieguinho; Magal, Memo, Léo Bartholo (Júnior Juazeiro) e Everaldo (Luiz Fernando); Serginho e Matheus Ortigoza.

Técnico: Sérgio Guedes

Comentários