COPA DO BRASIL 2015: Palmeiras bate o Santos nos pênaltis e conquista o tricampeonato da Copa do Brasil

OS JOGADORES PALMEIRENSES COMEMORAM COM A TAÇA DE CAMPEÃO
SÃO PAULO - A Copa do Brasil fica no Allianz Parque! Na noite desta quarta-feira (2/12), o Palmeiras bateu o Santos por 2 a 1 no tempo normal, levou a disputa para os pênaltis e conquistou seu primeiro título dentro da nova casa. Diante de quase 40 mil torcedores, Dudu marcou os dois gols que abriram caminho para a conquista e, por dois minutos, chegaram a reverter a vantagem de 1 a 0 do Santos no jogo da ida. Pouco antes do apito final, Ricardo Oliveira descontou, garantindo a primeira decisão por pênaltis na Copa do Brasil.
Para felicidade dos milhares de palmeirenses que lotaram não apenas as arquibancada mas o entorno do estádio, o Verdão está de volta à Libertadores depois de dois anos. Depois de defender a cobrança de Gustavo Henrique, Fernando Prass selou o título com a última cobrança.
O jogo
O Palmeiras precisou de apenas dez segundos para mostrar que não estava para brincadeiras. Arouca roubou a bola na saída do Santos, tocou para Lucas Barrios, que desviou para Gabriel Jesus entrar de cara para a meta. Vanderlei esticou a perna e evitou o gol relâmpago do Alviverde. Pouco depois, aos sete minutos, o Santos respondeu numa bela jogada de Zeca que acabou sobrando para Victor Ferraz carimbar a trave de Fernando Prass. A partir daí, só deu Palmeiras.
Precisando do resultado e incentivado pela torcida, que fez uma bela festa, o Verdão partiu para cima, encurralando o Peixe e sufocando a saída de bola santista. Aos 27, Vanderlei fez uma defesa espetacular, tirando com um tapinha, no ângulo, o que foi a melhor oportunidade de Lucas Barrios, com um desvio sutil de cabeça após um quique no gramado.
O Palmeiras voltou a apertar o ritmo no segundo tempo e chegou ao primeiro gol aos 12. Lucas Barrios participou bem fazendo o pivô para a passagem de Robinho, que viu a aproximação de Dudu pelo lado e rolou para o companheiro fazer 1 a 0. Quando a partida já se encaminhava para os finalmentes, aos 40, Dudu apareceu livre na pequena área do Santos para completar uma jogadinha ensaiada: 2 a 0. Mas a taça ficou em mãos alviverdes por apenas dois minutos. Quase no lance seguinte, Ricardo Oliveira descontou para o Peixe após cobrança de escanteio de Marquinhos Gabriel: 2 a 1. Sem gol qualificado e com o 2 a 2 no placar agregado, a decisão foi para os pênaltis.
Nas cobranças, o Santos desperdiçou as duas primeiras cobranças, de Marquinhos Gabriel e Victor Ferraz. Vanderlei pegou a de Rafael Marques. E aí coube a Fernando Prass, um dos heróis do título e homenageado pela torcida com um mosaico no começo da partida, fechar as cobranças para sagrar o Palmeiras tri-campeão da Copa do Brasil.

Comentários