FUTEBOL INTERNACIONAL: Bayern bate o Benfica por 1 a 0 e o time português segue vivo na Champions

O CHILENO VIDAL FEZ O GOL DA VITÓRIA MAGRA DO BAYER
MUNIQUE - O Bayern München venceu o Benfica por 1 a 0, na Allianz Arena, no jogo de ida das quartas de final da Uefa Champions League. Com gol de Vidal no primeiro lance da partida, os bávaros garantiram vantagem para o confronto de volta, em Portugal, na próxima quarta-feira.
Apesar da vitória, os alemães perderam a chance de já decidir a disputa. Na primeira etapa, os comandados de Pep Guardiola foram plenamente superiores, concentrando quase todas as oportunidades de gol. No segundo tempo, por outro lado, o Benfica cresceu e teve chances de deixar tudo igual, mostrando que ainda está vivo para disputar vaga na próxima fase.
Os portugueses parecem não terem achado de todo ruim a derrota por um gol de diferença fora de casa. Muitos esperavam uma goleada do Bayern, mas o Benfica conseguiu levar um resultado interessante para Portugal, com plenas chances de ser revertido.
Os brasileiros tiveram bons desempenhos dentro de campo. Pelo lado do Benfica, o goleiro Ederson fez grandes defesas, impedindo que os alemães conquistassem grande vantagem, e o atacante Jonas não se intimidou com a marcação forte e criou boas chances de gol. O Douglas Costa, pelo Bayern, não teve tanto brilho, como na classificação em cima da Juventus, mas se esforçou bastante e participou das principais jogadas dos bávaros.
O jogo – Logo aos dois minutos, na primeira chegada, o Bayern München já abriu o placar. Em jogada trabalhada, a bola chegou ao Bernat, que colocou dentro da área na cabeça de Vidal, que se adiantou aos zagueiros e completou para as redes.
Aos 15 minutos, mais uma ótima jogada trabalhada dos bávaros. Depois de passar por Bernat e Vidal, a bola chegou no Douglas Costa na ponta direita. Ele esperou a passagem do Lahm para rolar ao camisa 21, que cruzou de primeira para Lewandowski, mas o goleiro Ederson foi rápido e se saiu melhor na dividida com o atacante.
O Benfica sentiu o gol sofrido logo no início, mas não se desesperou. Apesar de pouco criar, conseguiu melhorar a sua marcação. Somente aos 19 minutos, os portugueses conseguiram organizar uma tentativa de ataque. Quando André Almeida cruzou para Mitroglou, que cabeceou para fora.
Ainda que tenha dominado completamente os 45 minutos iniciais, com mais de 300 passes trocados contra cerca de 170 do Benfica, o Bayern não conseguiu matar o jogo. O clube de Lisboa mostrou que ainda estava vivo no último lance antes do intervalo para os vestiários quando Jonas disputou a bola pelo alto, Mitroglou tentou finalizar e a bola sobrou pingando para Gaitán, que bateu de primeira, mas acertou a barriga de Vidal.
Aos 12 minutos, já na segunda etapa, Jonas quase marcou. O brasileiro recebeu na área, dominou no peito, conseguiu girar em cima do Alaba e chutou cruzado com a esquerda, mas Neuer, bem posicionado, afastou o perigo.
O Benfica melhorou na partida. Aos 18, os portugueses perderam uma chance clara de deixar tudo igual. Jonas recebeu na área e bateu de primeira, mas a bola explodiu no peito de Javi Martínez e voltou para Mitroglou, que isolou.
Nos últimos 15 minutos, os alemães voltaram a marcar pressão, sufocando os visitantes. Aos 36, Ribéry fez grande jogada pela esquerda, limpando dois marcadores, invadiu a área e bateu firme, mas Éderson conseguiu defender bem.
O time de Lisboa conseguiu se segurar bem nos minutos finais. Até o juiz apitar e sentenciar o resultado. Os jogadores portugueses pareceram satisfeitos em levar uma derrota mínima para decidir o confronto em casa na próxima semana.

Comentários