FUTEBOL INTERNACIONAL: Barcelona bate o Atlético e sai na frente no duelo das quartas da Champions.

SUAREZ DECIDIU PARA O BRACELONA
BARCELONA - O Barcelona largou na frente por uma vaga nas semifinais da UEFA Champions League. Nesta terça-feira (05 de abril), o time blaugrana recebeu o Atlético de Madri, no Camp Nou, e venceu por 2 a 1, com dois gols de Luis Suárez. Fernando Torres marcou para os Colchoneros.
A diferença de apenas um gol traduz como foi a partida. Mesmo jogando em casa, o Barça encontrou dificuldades para derrotar o Atleti, que saiu na frente com 24 minutos de bola rolando. Autor do gol, Fernando Torres acabaria expulso ainda no primeiro tempo. Mesmo assim, os catalães só conseguiram a virada na etapa final.
Barcelona e Atlético de Madri decidem quem avança na Liga dos Campeões na quarta-feira da próxima semana, dia 13 de abril, às 15h45 (de Brasília), no estádio Vicente Calderón, na capital espanhola.
O jogo – O Barcelona começou tomando a iniciativa, trocando passes enquanto buscava um espaço na compacta defesa do Atlético de Madri. Aos quatro minutos, os culés saíram rápido em contra-ataque e finalizaram pela primeira vez. Iniesta avançou pela esquerda, tocou à frente para Neymar, que virou o jogo para Messi. O craque argentino ajeitou para a canhota e chutou rasteiro, mas a bola foi para fora.
Os visitantes tentavam sair para o jogo, mas rapidamente perdiam a posse de bola, que voltava a ser dos donos da casa. Na marca de 13 minutos, Neymar fez jogada pela esquerda, a bola sobrou para Alba, que cruzou para a área. Messi apareceu batendo de primeira, mas pegou mal na bola e mandou longe. Aos 18, mais uma chegada do Barça. Daniel Alves cruzou da direita, Neymar antecipou Juanfran e cabeceou com perigo por cima do gol.
Mesmo priorizando a defesa, o Atlético de Madri não abria mão de atacar. Aos 23 minutos, Griezmann saiu da direita para o meio e arriscou de pé esquerdo. A bola passou perto da trave. Na sequência, Fernando Torres abriu o placar. Koke viu Torres entrando na área e tocou para o atacante, que bateu de primeira, debaixo das pernas de Ter Stegen, colocando os colchoneros na frente.
O gol animou o Atlético de Madri, que saiu mais para o jogo. Aos 30, o time da capital espanhola recuperou bola na direita e virou o jogo até a esquerda. Filipe Luís tocou no corredor para Fernando Torres, que dominou para o meio e lançou para a infiltração de Griezmann. O francês matou no peito, avançou para a área e tocou cruzado sutilmente com o pé esquerdo, obrigando Ter Stegen a se esticar todo para fazer a defesa.
Levando mais perigo, o Atlético sofreu um duro revés na marca de 35 minutos. Autor do gol, Fernando Torres foi expulso após fazer falta dura em Busquets e receber o segundo cartão amarelo. Com um jogador a mais, o Barcelona tentou aproveitar a vantagem numérica para empatar ainda no primeiro tempo. Aos 40, Mascherano arriscou de longe e Oblak defendeu em dois tempos. Os visitantes se fecharam na marcação e garantiram a vitória parcial.
Os colchoneros voltaram para o segundo tempo dispostos a fazer logo o segundo gol para abrir vantagem no jogo. Logo com dois minutos, Saúl caiu pela esquerda e cruzou para a área. Filipe Luís apareceu como elemento surpresa e cabeceou, mas a bola bateu nas costas de Mascherano. Na sequência, Carrasco cruzou da direita e a bola atravessou a área sem que ninguém desviasse para o gol.
As chegadas do Atlético acordaram o Barça. Na marca de quatro minutos, Neymar levantou para a área, Messi matou no peito e virou uma bicicleta. A bola passou perto da trave de Oblak. Em seguida, Neymar recebeu no bico direito da área, levou para o meio e bateu colocado. A bola explodiu no travessão. Aos dez minutos, Rakitic cruzou e Neymar apareceu de novo para completar de cabeça. Oblak defendeu. Aos 11, Messi chutou de fora e o goleiro colchonero pegou mais uma.
O Barcelona continuava em cima, em busca do gol empate. Aos 16 minutos, Neymar tentou outra vez, mas mandou rente à trave de Oblak. Logo depois, a pressão deu resultado. Aos 17, Daniel Alves cruzou da direita, Alba pegou de primeira, mas chutou torto. A bola caiu nos pés de Luis Suárez, que só empurrou para o fundo das redes.
O Barcelona diminuiu o ritmo intenso do início, mas não deixou de criar oportunidades e levar perigo. Aos 28 minutos, saiu o gol da virada. Messi passou no pivô para Suárez, que tocou de primeira para Daniel Alves na direita e correu para a área. O lateral brasileiro cruzou na medida para o camisa 9 culé, que testou firme para o gol e deu números finais à partida.

Comentários