FUTEBOL INTERNACIONAL: Guangzhou Evergrande criticou a atitude do volante Paulinho, publicamente.

PAULINHO EM AÇÃO PELA SELEÇÃO BRASILEIRA
CHINA - O volante brasileiro Paulinho sofreu uma punição de sua equipe, o Guangzhou Evergrande. A punição ocorreu por conta de um contrato de patrocínio do jogador com a empresa de apostas filipina Letou. Jogos de azar na China é proibido, além disso, o jogador apareceu na foto de campanha ao lado de uma atriz pornô japonesa. Pornografia também não é permitido por lá.
O clube confirmu a punição ao atleta titular da Seleção Brasileira, no entanto negaram qualquer possibilidade do brasileiro ser deportado da China, possibilidade levantada pela imprensa mundial.
Pauliho confirmou que abriu uma investigação interna. Ele também garante que foi enganado. Mesmo assim, os dirigentes do time chinês o criticaram e o advertiram por participar em uma atividade comercial sem a permissão do clube.
"Nós conduzimos uma investigação interna em Paulinho assim que nós soubemos do escândalo através dos meios de comunicação", apontou o Guangzhou em comunicado oficial.
"Depois dos inquéritos iniciais, descobrimos que Paulinho concordou em acertar com a empresa de apostas sem notificar o clube antecipadamente e ele não fez a devida diligência necessária para este processo", acrescentou os chineses.
Aos 28 anos, Paulinho marcou um hat-trick na vitória do Brasil sobre o Uruguai por 4 a 1, no mês passado pela eliminatórias sul-americanas, e é um alvo de transferência na próxima janela para Bayern de Munique e Barcelona. 

Comentários