FUTEBOL BRASILEIRO: O meia Ederson, do Flamengo foi diagnosticado com tumor no testículo

EDERSON, COM BANDEIRA DE MELLO, RODRIGO CAETANO E O MÉDICO MARCIO TANNURE
RIO DE JANEIRO – O meia Ederson, do Flamengo foi diagnosticado com um tumor no testículo. O jogador rubro-negro divulgou, o problema na manhã desta terça-feira (25/7) em entrevista coletiva. O tumor foi descoberto após o jogador fazer exame antidoping, que acusou o aumento da substância HCG, que é permitida até um certo ponto.
Após a descoberta do problema, o Flamengo afastou o atleta das atividades para que ele possa iniciar o tratamento. O departamento médico rubro-negro informou que, Ederson passará por cirurgia e seguirá o tratamento no clube.
- A substância HCG é aceitável até certa dose. O próprio organismo produz. Suspeitamos pelo histórico do atleta de alguma patologia. Investigamos e descobrimos um tumor no testículo, comum entre homens com idade de 30 a 35 anos. Ele vai passar por cirurgia e o tratamento tem um prognóstico muito bom - disse o médico do Flamengo, Márcio Tannure.
Outros atletas famosos foram diagnosticado com o mesmo problema de Ederson e se recuperaram. Entre os mais conhecidos, o atacante holandês Robben, o jogador da Seleção Brasileira da Basquete, Nenê Hilário e o ciclista norte-americano Lance Armstrong.
Na coletiva, emocionado, Ederson recebeu o apoio do presidente do Flamengo, Bandeira de Mello, do diretor Rodrigo Caetano e dos jornalistas presentes. Apesar da notícia impactante, ele se mostrou confiante.
"É difícil ter palavras. Foi uma notícia que me impactou muito. Estou triste, mas também muito tranquilo pelos dias que virão pela frente. Será mais uma batalha e estou com pensamento positivo. Agradeço pelo apoio", disse Edson.
"Sou até grato pelo o que aconteceu. Tenho 16 anos de carreira profissional e nunca aconteceu de cair em doping três vezes. Deus é bom e permitiu isso para descobrir o problema. Não quero ninguém com a carinha de choro, quero bom humor. É o que vai me ajudar", encerrou.
Ederson, chegou ao Flamengo em julho de 2015 e convivia com problemas físicos. Ele ficou dez meses longe dos gramados por conta de uma lesão e voltou em maio deste ano. Neste dois anos de clube foram 38 jogos oficiais e quatro gols. Seu contrato com o Flamengo se encerrará em 31 de dezembro deste ano.
Como forma de demostrar seu apoio a Ederson, o Flamengo usou suas redes sociais para criar uma hashtag #ForcaEderson




Comentários