FUTEBOL BRASILEIRO: Sampaio Corrêa vence o Volta Redonda fora de casa e fica a um empate do acesso à Série B.

IMAGEM DAS DUAS EQUIPES SE ENFRENTANDO NO RAULINO DE OLIVEIRA

VOLTA REDONDA - Dono da melhor campanha geral do Campeonato Brasileiro Série C e com um excelente aproveitamento como visitante, o Sampaio Corrêa iniciou, na noite deste sábado (16/9), diante do Volta Redonda, a batalha por uma vaga nas semifinais da 3ª Divisão que garante o acesso à Série B em 2018. No primeiro jogo das quartas de final, os donos da casa apostava as suas fichas no apoio da torcida, que compareceu em bom número ao Estádio Raulino de Oliveira, mas o Sampaio manteve a fama de visitante indigesto e venceu por 1 a 0, com o gol no finalzinho do volante Zaquel, de cabeça. O triunfo da Bolívia Querida encerrou a invencibilidade do Volta Redonda como mandante na Série C e deu um passo gigantesco rumo ao acesso.
Com uma marcação implacável, no estilo que o consagrou nesta Série C, o Sampaio Corrêa contou com um herói improvável no Estádio Raulino de Oliveira. Escalado como titular de última hora, por causa da suspensão de Diego Silva, o volante Zaquel aproveitou cruzamento de Wellington Rato, aos 46 minutos do segundo tempo, e anotou o único gol da partida, que dá uma grande vantagem ao Tubarão na partida de volta.
Para garantir o acesso à Série B e a vaga nas semifinais da Série C, o Sampaio Corrêa precisa de uma nova vitória ou um simples empate na segunda partida contra o Volta Redonda, que será no próximo sábado (23), às 16h30, no Estádio Castelão. Para avançar, o Voltaço precisa derrotar o Bolivão por dois ou mais gols de diferença, ou por um gol de diferença a partir de 2 a 1. Um triunfo dos visitantes por 1 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis.
O jogo
Contando com o apoio da torcida no Raulino de Oliveira, o Volta Redonda esboçou uma pressão nos primeiros minutos de partida, principalmente com os avanços de Dija Baiano pela esquerda, mas o Sampaio Corrêa, com uma marcação sólida, impedia qualquer tentativa mais clara de gol por parte dos donos da casa. O Tubarão, por sua vez, encontrou dificuldade na saída de bola e não levou perigo ao gol de Andrey no início de jogo.
Como estava difícil chegar ao ataque no toque de bola, o Volta Redonda arriscou em um lance de bola parada. Aos 21 minutos, Dija Baiano cobrou falta para a grande área, Luan se antecipou aos defensores do Sampaio Corrêa e desviou de cabeça, para fora. A resposta da Bolívia Querida veio aos 23: após receber passe de Fernando Sobral, Felipe Marques cortou a marcação e arriscou o chute, que passou muito perto do canto esquerdo de Andrey. Pouco depois, aos 29, Isac deu belo passe, e Hiltinho chutou em cima da zaga do Voltaço.
Sofrendo para passar pela marcação do Sampaio Corrêa, a equipe do Volta Redonda insistiu nos lançamentos para a grande área. Em uma dessas jogadas, aos 35 minutos, o Voltaço levou perigo: após cruzamento de João Cleriston, Luan conseguiu o desvio, e Alex Alves fez a defesa. Bem posicionado na defesa, o Sampaio ainda teve a chance de abrir o placar aos 44 minutos, mas Andrey evitou que o passe de Pedro encontrasse Isac, que estava livre na pequena área.
Sampaio fecha espaços e garante vitória nos acréscimos
Depois de um primeiro tempo sem muitas emoções, Volta Redonda e Sampaio Corrêa voltaram do intervalo com posturas bem mais agressivas. Em menos de cinco minutos, Dija Baiano arriscou três chutes em direção ao gol do Sampaio, mas Alex Alves salvou todas as tentativas do atacante do Voltaço. O Tubarão chegou com perigo aos nove minutos, em finalização de longa distância de Fernando Sobral, que foi defendida por Andrey.
Com o Volta Redonda se lançando mais ao ataque, o Sampaio Corrêa começou a encontrar espaços na defesa dos donos da casa e teve a sua melhor oportunidade de gol aos 10 minutos. Após jogada de Felipe Marques, Isac recebeu livre na pequena área, cara a cara com Andrey, mas chutou por cima e perdeu um gol inacreditável. A resposta do Volta Redonda veio aos 12 minutos: após finalização de longa distância de Luiz Gustavo, Alex Alves fez grande defesa, e Michel Benhami chutou a sobra para fora.
Com as mudanças de seus treinadores, Volta Redonda e Sampaio Corrêa voltaram a concentrar as disputas de bola no meio-campo, sem criar grandes oportunidades de gol. Quando o empate sem gols parecia certo, o Tubarão surpreendeu o Voltaço e foi ao ataque: aos 44 minutos, Marlon aproveitou o contragolpe e chutou colocado, para grande defesa de Andrey. Pouco depois, aos 46, Wellington Rato jogou a bola para a grande área e Zaquel, livre de marcação, fez o desvio, colocou a bola no canto direito de Andrey e garantiu a vitória do Sampaio em Volta Redonda.
FICHA TÉCNICA
VOLTA REDONDA: Andrey; Luiz Gustavo, Luan, Daniel Felipe e Michel Benhami; Bruno Barra, João Cleriston e Marcelo (Higor Leite); Dija Baiano, Adriano (Henrique) (Euller) e David Batista. T: Felipe Surian
SAMPAIO CORRÊA: Alex Alves; Pedro, Odair, Maracás e Esquerdinha; Zaquel, Diego Valderrama, Fernando Sobral (Jerffeson Recife), Hiltinho (Marlon) e Felipe Marques (Wellington Rato); Isac. T: Francisco Diá

Confira abaixo os melhores momentos da partida no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Comentários