VÔLEI: Brasil supera o Japão, em território japonês e conquista a Copa dos Campeões:

JOGADORES E COMISSÃO TÉCNICA COMEMORAM A CONQUISTA
OSAKA (JAPÃO) - Na manhã deste domingo (17/9), em Osaka, no Japão, a seleção brasileira masculina de vôlei adicionou mais um título à sua imensa galeria: O da Copa dos Campeões 2017. Esta foi a quinta conquista em sete edições disputadas. Na decisão o Brasil derrotou os anfitriões por 3 sets a 0, com parciais de 25×17, 25×15 e 25×22. 
1º set
O Brasil iniciou bem a partida. A defesa japonesa, conhecida pelo seu grande potencial defensivo, não conseguia fazer muita coisa. Wallace, inspirado mais uma vez, e Maurício, nos bloqueios e saques, lideravam o time a um tranquilo 8 a 3 até o primeiro tempo técnico. Depois da parada, os japoneses cresceram no set e chegaram a diminuir a vantagem para três pontos (12 a 9). Porém, com Bruninho no saque o Brasil voltou a crescer e abriu seis de diferença. Depois disso, foi só colocar a bola na quadra japonesa e administrar até o fim. Primeiro set: 25×17
2º set
O segundo set começou mais complicado que o primeiro. Com Maurício de Souza no saque, o Brasil abriu 3 a 0 no placar, sem muitas dificuldades. No entanto, os japoneses emplacaram um bom saque e logo empataram para 3 a 3, contando com erros bobos da equipe brasileira. A partir daí, o Brasil deslanchou: 8 a 4 até a parada técnica. O bloqueio brasileiro e o ponta Lucarelli voltaram a funcionar e aí não teve jeito para os japoneses. Fim de set: 25×15.
3º set
O terceiro set foi o mais disputado em termo de pontos. Apesar do Brasil controlar as ações ofensivas, os japoneses jogaram bem e defenderam-se como sabem, encostando no placar. 21×20, 22×21 e 23×22 foi o mais perto que chegaram. Renan Dal Zotto, então, pediu tempo. E foi o suficiente para os brasileiros colocarem a cabeça no lugar e voltarem focados. O último ponto do campeonato foi um saque de Wallace, que os japoneses apenas devolveram a bola e Lucarelli finalizou. Mais um pra conta!
Com quatro vitórias e uma derrota e doze pontos conquistados, o Brasil dividiu a liderança da Copa dos Campeões com a Itália, mas levou vantagem no saldo de sets, sagrando-se campeão.
Quatro seleções chegaram à última rodada com chances de título. Só estavam fora da disputa França e Japão. O Brasil, no entanto, era o único que só dependia unicamente de suas forças. A vice-líder Itália jogou contra os Estados e venceu por 3×1 e precisava torcer para uma derrota brasileira para ficar com o título.
O Irã ficou com a terceira colocação também com quatro vitórias e uma derrota, mas apenas nove pontos somados. Na última rodada, os asiáticos até fizeram sua parte para buscar o título, vencendo a França em um jogo muito equilibrado por 3 sets a 2, com direito a primeiro set acabando em 38×36. No entanto, como Brasil e Itália veneram, os iranianos contentaram-se com o Bronze.
A seleção brasileira esteve no Japão com os levantadores Bruninho e Raphael, os opostos Wallace e Renan, os centrais Lucão, Maurício Souza, Otávio e Renan, os ponteiros Lucarelli, Maurício Borges, Douglas e Rodriguinho e os líberos Tiago Brendle e Thales. O técnio foi Renan Dal Zotto.

Veja abaixo os melhores momentos da final

Comentários