FUTEBOL BRASILEIRO: Em comum acordo, Cuca deixa o comando do Palmeiras demite Cuca

.
SÃO PAULO - Cuca não é mais técnico do Palmeiras. Em decisão tomada em comum acordo na tarde desta sexta-feira, o técnico campeão brasileiro em 2016, não dará continuidade em seu trabalho na equipe alviverde. Seu último ato à frente da equipe foi o empate por 2 a 2 com o Bahia pelo Campeonato Brasileiro, nesta quinta, no Pacaembu. Cuca tinha contrato até dezembro de 2018.
Com a demissão de Cuca, o auxiliar Alberto Valentim assume a equipe interinamente a partir do jogo deste domingo, contra o Atlético-GO, às 17h (de Brasília), em Goiânia. O presidente Maurício Galiotte vai se pronunciar na manhã de sábado.
Provável substituto
Mano Menezes, do Cruzeiro, é o único nome com o qual a diretoria trabalha no momento. Ele tem contrato com o clube mineiro até o fim do ano e futuro ainda indefinido. Ele é o favorito da cúpula palmeirense desde que Cuca passou a balançar no cargo.
No dia 4 de outubro, Cuca mostrava confiança na continuidade de seu trabalho. Em entrevista coletiva, foi firme no discurso:
– Tenho contrato até (o fim de) 2018, quero poder neste ano ainda fazer a montagem do ano que vem, que é o que gosto de fazer. Modéstia à parte, é o que tenho feito bem e gosto de fazer. Quando se faz montagem no começo do ano, monta perfil dentro das ideias que você tem.
Nota oficial do Palmeiras:

"Cuca não é mais treinador do Palmeiras. Ficou decidido, em comum acordo, pelo encerramento deste ciclo do profissional no Verdão. O auxiliar Alberto Valentim assumirá o comando técnico da equipe.

O treinador Cuca fará um pronunciamento nesta sexta-feira (13), às 14h30, na Academia de Futebol. No sábado (14), o presidente Maurício Galiotte concederá entrevista coletiva, também na Academia, às 11h30.
A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece ao técnico Cuca pelos serviços prestados e deseja sorte no prosseguimento da carreira."

Comentários