FUTEBOL GRAJAUENSE: São José goleia Trezidela e é bicampeão grajauense.

SÃO JOSÉ, BICAMPEÃO DA SÉRIE A DO FUTEBOL GRAJAUENSE
GRAJAÚ – Nada de campeão inédito na Série A do Campeonato Grajauense de Futebol 2017. Na decisão da principal competição do futebol grajauense realizada na noite deste sábado (14/10), no Municipal, entre o Trezidela - que buscava o título inédito e o São José - que tentava repetir o feito de 2015 - quando se sagrou campeão, deu a segunda opção. Em uma noite iluminada do atacante Rogério, autor três gols, o time do Bairro Canoeiro goleou a AET por 6 a 2, e levantou a taça de campeão pela segunda vez em sua história. Tom, Robinho e Ordélio completaram o largo placar a favor do time comandado pelo técnico Gerson. Júnior Pateta e Zé Mário diminuíram para a equipe comandada pelo jovem técnico Alexandre (AlexShow).
Campanha do campeão
O São José fez uma campanha irregular na primeira fase (de grupos), a ponto de na última rodada estar brigando para não ser rebaixado. É claro que uma vitória também o daria a vaga nas quartas de final, e foi o que aconteceu. A partir das quartas, começou a surgir um São José diferente na competição; com mais vontade, pegada, raça e todos aqueles pré-requisitos de um virtual campeão, mas ninguém o apontava com favorito. Logo de cara, o Coliseu, melhor desempenho do Grupo A, vitória apertada por 2 a 1, e vaga na semifinal garantida. Agora, a equipe teria pela frente nada mais nada menos do que o atual campeão, o Tiradentes, e mais uma vez, a vontade, a raça e a entrega em campo superaram o favoritismo - triunfo por 3 a 1, e o sonho do bicampeonato estava muito perto de se tornar uma realidade. Ontem (sábado), o último ato - vitória improvável; digo improvável pelo placar. Não que o São José não teria condições de vencer o Trezidela e ser campeão. Digo improvável, porque não é todo dia que acontece um 6 a 2, em uma decisão, sobretudo pelo grau de tensão que envolve a partida.
Resumo da ópera - o São José mostrou que não se ganha título de véspera, não se ganha título com gastos absurdos, não ganha título só com nomes, e que a coletividade sempre se sobressairá ao individualismo.

Parabéns, São José!!!!!

Comentários