FUTEBOL INTERNACIONAL: Fifa reduz pena do atacante Guerrero para seis meses.

COM A REDUÇÃO DA PENA, GUERRERO PODERÁ DISPUTAR A COPA DA RÚSSIA
RIO DE JANEIRO - Comissão de Apelação da Fifa diminuiu a pena por doping do peruano Paolo Guerrero para seis meses. A decisão, em segunda instância, foi conhecida nesta quarta-feira (20), em Zurique, na Suíça. A primeira punição dada ao jogador foi de um ano de suspensão pela Comissão Disciplinar da entidade. Agora, o jogador está apto a jogar a Copa do Mundo em junho, na Rússia. A informação foi dada inicialmente pelo O Globo.
Um dos advogados de Guerrero no caso, Marcos Motta, confirmou através do Twitter a redução da pena do jogador. A defesa do camisa 9 afirmou que mesmo assim a defesa irá recorrer à última instância, na Corte Arbitral do Esporte (CAS) pela absolvição.
A suspensão de Guerrero começou a contar no dia 3 de novembro. Com isso, caso a punição de seis meses seja mantida, ele poderá voltar a jogar já no dia 3 de maio. Seu contrato com o Flamengo vai até agosto do ano que vem.
Guerrero teve doping positivo para benzoilecgonina, um metabólito da coca ou da cocaína, após consumir chá de coca ou com mistura com a folha de coca, em hotel no Peru, quando ficou hospedado com a seleção de seu país, na véspera da viagem para a Argentina, para confronto pelas Eliminatórias. Não houve contaminação cruzada na fabricação do chá, consumido por ele na ocasião.

Comentários