BASQUETE: Vera Cruz/Campinas vence o Sampaio e conquista título da LBF


MELISA GRETTER COMANDOU A CONQUISTA DO TÍTULO
CAMPINAS - Dono da melhor campanha da primeira fase, o Vera Cruz Campinas é o novo Campeão da LBF 2018. Após ficar duas vezes atrás na série final, e depois de começar o quarto período do jogo 5 também perdendo, a equipe paulista fez 20 pontos nos últimos 10 minutos para faturar o título da temporada. Quem comandou a virada histórica foi Melisa Gretter. A armadora argentina fez 25 pontos e foi eleita a MVP das Finais pela primeira vez em sua carreira na LBF, e fatura o bicampeonato, já que Gretter atuava no Corinthians/Americana na última temporada.
Mas Meli não construiu a virada sozinha. Teve a grande ajuda de Ariadna e Babi, autoras de 15 pontos cada uma. Com outros 11 rebotes, a ala/armadora anotou um duplo-duplo e foi a autora da cesta de três pontos que virou o jogo para o Vera Cruz Campinas a menos de 2 minutos do fim.
Pelo Sampaio, Ziomara Morrison foi a principal cestinha deste domingo, com 15 pontos, além de 7 rebotes. Tati Pacheco teve 11 pontos e 3 assistências. Prejudicada durante a maior parte do jogo pelo número de faltas, Briahanna Jackson teve minutagem limitada – ‘apenas 25 minutos’ – e saiu de quadra com apenas 5 pontos e outros 3 rebotes.
Formado pela base do extinto Corinthians/Americana (campeão na última temporada), o Vera Cruz Campinas faz história com um DNA vencedor. Karla e Babi continuam sendo as maiores vencedoras da História da LBF, agora com cinco títulos. O técnico Antonio Carlos Vendramini faturou o seu quarto e é também o maior vencedor entre os treinadores. A cubana Ariadna, que termina a temporada como a maior cestinha em pontos totais, também chegou ao quarto troféu da campeã da LBF.
Após primeiro quarto equilibrado, vencido pela equipe da casa por 16 a 14, o Sampaio teve tomou as rédes do jogo no segundo, com a parcial 22×15 que levou as maranhenses com cinco de vantagem para o intervalo. O Vera Cruz voltou melhor na segunda etapa, mas o Sampaio ainda seguia na frente – chegou a abrir 12 de vantagem, mas a diferença foi diminuindo, muito graças as cestas de Babi e Gretter.
Faltando dez minutos, o time da casa estava a quatro pontos do Sampaio (46×50). Orquestradas por Gretter, as campineiras foram tirando a vantagem a cada minuto, até virarem com a bolas de três de Babi, que fez o ginásio ir à loucura. Sentindo o melhor momento, o Vera Cruz voltou a fazer valer sua campanha de toda a temporada, impediu que o Sampaio voltasse a liderar e só esperou o cronômetro zerar para soltar o grito de campeão.

Comentários