BRASILEIRO SÉRIE A: Flamengo vence o Fluminense e abre vantagem na ponta do Brasileiro

HENRIQUE DOURADO QUEBROU UM JEJUM DE NOVE JOGOS SEM MARCAR
BRASÍLIA - Cada vez mais líder. Um Flamengo organizado, com uma defesa sólida venceu o clássico carioca no Mané Garrincha, em Brasília e disparou na ponta do Campeonato Brasileiro. Com os 2 a 0 sobre o Fluminense, o Rubro-Negro carioca foi a 23 pontos e abriu cinco para o Sport, o vice-líder. Henrique Dourado abriu o placar no primeiro tempo de pênalti. O Ceifador não marcava há nove partidas. Felipe Vizeu, que havia entrado no lugar do camisa 19 Rubro-Negro completou a vitória no segundo tempo.
Agora é voltar ao Rio e encarar o Paraná, no Maracanã, no domingo, às 19h. O Fluminense vai á Belo Horizonte encará o Atlético (MG), no Independência.
A partida
O Flamengo começou o primeiro se impondo. Líder, o time queria mostrar logo que a posição na tabela não era à toa e foi para cima do Fluminense. Empurrado pela massa que tomou conta do Mané Garrincha, aos dois minutos Vinicius Junior já mostrou seu cartão de visitas caindo na linha de fundo e cruzando com perigo, mas Gum afastou. Se não era Vinícius pela esquerda, era Marlos na direita. O colombiano infernizava a zaga tricolor. Aos seis, desceu na correria levando todo mundo junto e cruzou, mas a zaga novamente afastou.
A superioridade rubro-negra era tanta e aos 11, mais uma boa oportunidade. Pressionando a marcação na saída, Cuéllar roubou a bola e tentou Marlos, mas outra vez a defesa do Fluminense cortou para escanteio. Um minuto depois, Vinicius fez uma grande jogada, deixou João Carlos na saudade e cruzou, mas a bola passou pela pequena área e Léo Duarte não conseguiu chegar a tempo.
O Fluminense tentava se achar em campo, mas a pressão na marcação do Flamengo era implacável. E foi assim que Marlos roubou a bola de Marlon e acabou derrubado na área. Pênalti. Quem cobra? Henrique Dourado, claro. Com a segurança de sempre, o camisa 19 marcou seu 11° gol pelo Flamengo, o sétimo da marca de cal, abrindo o placar no Mané Garrincha.
O Flamengo não diminuiu o ritmo e dois minutos depois forçou Júlio Cesar a fazer grande defesa em chute de Vinicius Junior, de fora da área. Paquetá e Rodinei também atacaram com perigo, mas não alteraram o placar, que terminou com a vantagem mínima no placar.
A etapa final começou mais equilibrada. O Fluminense veio com mais perigo no início, enquanto o Flamengo usava os contra-ataques rápidos para responder. Diego Alves começou a ser mais acionado, mas sem real perigo para o gol rubro-negro. Aos 17, Marlos saiu para a entrada de Jean Lucas. Posteriormente, Mauricio Barbieri trocou Henrique Dourado por Felipe Vizeu. O ritmo da partida diminuiu bastante, com o Flamengo segurando mais a bola e o Fluminense tentando achar os espaços.
Mas quem achou foi o Flamengo. Uma jogadaça entre Paquetá e Everton Ribeiro e o meia encontrou Felipe Vizeu livre na pequena área. O atacante teve calma, tirou do goleiro e marcou o segundo, praticamente selando a vitória e a liderança. 

Comentários