COPA DA RÚSSIA: França vence a Austrália na estreia na Copa do Mundo, com auxílio do VAR e bola inteligente

POGBA RECEBE OS ABRAÇOS DOS COMPANHEIROS APÓS MARCAR O GOL DA VITÓRIA FRANCESA
CAZÃN (RÚSSIA) - A tecnologia foi a grande personagem da partida entre França e Austrália, na abertura do Grupo C da Copa do Mundo. Graças ao árbitro de vídeo e ao chip que tem na bola, os Blues conseguiram uma sofrida vitória por 2 a 1 e estrearam com o pé direito no Mundial. A Austrália, que fez uma partida dentro das suas limitações, foi castigada com um gol contra bizarro nos minutos finais.
A França deu traços de que iria amassar a Austrália nos minutos iniciais. Com apenas cinco minutos, eram três finalizações francesas e boas defesas do goleiro. Porém, com o passar do tempo, o time da Oceania conseguiu equilibrar as ações, manteve a marcação forte e não deu grandes chances à França, que contava com dia pouco inspirado de suas principais peças de ataque.
No segundo tempo, o árbitro de vídeo deu as caras pela primeira vez na história das Copas. Griezmann foi derrubado na área, e o árbitro foi informado pela cabine de vídeo que o lance havia sido faltoso. A infração foi marcada, e o craque do Atlético de Madrid abriu o marcador. Porém, minutos depois, Umtiti cometeu uma bobagem e cortou cruzamento com o braço. Nova penalidade, desta vez aos australianos, que Jedinak cobrou com categoria para empatar.
A França foi todo ataque a partir daí. Giroud, Matuidi e Fekir foram a campo e deram mais volume aos franceses, principalmente pelos lados do campo. Mas o gol da vitória aconteceu de uma forma um tanto quanto bizarra. Pogba, na entrada da área, dividiu com Behich, que chutou a bola no ângulo, contra o próprio gol. A bola pingou centímetros após a linha, o chip informou o árbitro, que validou o tento da vitória francesa.
Na próxima partida, a França enfrenta o Peru. O jogo será na quinta-feira (21), em Ekaterimburgo. Já a Austrália enfrenta a Dinamarca em Samara. A partida também será na próxima quinta, às 12h. 

Comentários