COPÃO DO ESTADO: Ismael Reis crava que Açailândia irá à final da Copa Sul do Maranhão

ISMAEL CRAVOU QUE AÇAILÂNDIA IRÁ À FINAL DO TORNEIO (FOTO: ISIS MARTINS)
GRAJAÚ – Grajaú recebeu Açailândia pela ida da semifinal da Copa Sul do Maranhão (Copão do Estado) neste sábado (7/7) e venceu por 3 a 1, jogando no Estádio Sadi Duarte (Municipal). O resultado deu uma boa vantagem aos grajauenses para o duelo de volta em solo açailandense.
Após a derrota fora de casa, o comandante da Águia de Ferro, Ismael Reis, se mostrou bastante irritado com o que sua equipe produziu na partida, mas cravou que no confronto de volta seus comandados conseguirão a vaga à final.
- Pode ter certeza que nós vamos dar a volto por cima. Hoje foi um jogo atípico, foi um jogo que nossa equipe jogou pouco, em relação ao que gente vinha jogando na competição. Levamos dois gols nos contra-ataques, que a gente avisa do lado de fora. Infelizmente nossos jogadores estiveram muito desatentos na partida de hoje. Não vamos colocar desculpa na viagem, porque eu acho que isso não justifica nada em relação ao resultado de uma derrota. São dois gols e nós temos que reverter dentro de casa. Pode ter certeza que nós temos um grupo muito forte e nós vamos reverter. Açailândia tem um grupo de atletas que sabe decidir e nós vamos dentro casa decidir e vamos meter três gols nesse time e vamos passar para final, - cravou o comandante acailandense.
- Desligado né. Um time experiente não pode dar oportunidade para um adversário que é qualificado também, isso a gente não pode deixar de reconhecer, mas futebol isso, e nós perdemos hoje, mas podemos muito bem reverter dentro de casa, - acrescentou.
Grajaú e Açailândia e Grajaú voltam a medir forças no próximo sábado (14/7), no Estádio Pedro Maranhão, a partir das 17h. Os grajauenses poderão perder por um gol de diferença que serão finalistas do torneio. Vitória por três a favor de Açailândia e os anfitriões avançam à final. Se os açailandenses devolverem a diferença da partida de ida, a vaga será definida nos pênaltis.

Colaboração: Isidoro Martins








Comentários