FUTEBOL FEMININO: Brasil perde para o México em estreia no Mundial Sub-20

KEROLI FOI O DESTAQUE DO BRASIL, COM DOIS GOLS
LÉHON (FRANÇA) -  A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 não começou bem na Copa do Mundo da Categoria, que acontece na França. Neste domingo (5/8), no Stade du Clos Gastel, em Léhon, o Brasil perdeu para o México por 3 a 2, em uma partida com duas viradas e um pênalti perdido no fim.
Apesar da derrota, Kerolin foi o destaque do lado brasileiro, com dois gols marcados na partida. Martínez e Ovalle (duas vezes) balançaram a rede para as mexicanas.
Com a derrota, o Brasil segue sem pontuar no Grupo B do torneio, enquanto o México é líder com três pontos. Mais tarde, Inglaterra e Coreia do Norte se enfrentam na outra partida da chave.
Na próxima rodada o Brasil enfrenta a Inglaterra, dia 8 de agosto, às 8h30 (de Brasília), e encerra a primeira fase diante da atual campeã, Coreia do Norte, dia 12.
O jogo
A partida começou com o México a cem por hora. Logo aos 3 minutos de jogo, as mexicanas abriram o placar com Martinez. Mesmo sofrendo um gol relâmpago, o Brasil não se abateu e respondeu dois minutos depois. Kerolin recebeu na frente e tocou na saída da goleira deixando tudo igual na partida. Aos 17, ela mesma marcou um golaço, batendo de primeira e colocando a bola no ângulo na virada do Brasil.
Na segunda etapa, a equipe mexicana voltou melhor e conseguiu empatar logo no início. Aos seis minutos, Jacqueline Ovalle recebeu passe no lado esquerdo da área, se livrou da marcação e bateu sem chances para goleira Kemelli. Aos 18, após bate e rebate dentro da área brasileira, a própria Ovalle marcou o terceiro para as mexicanas e virou o jogo.
Após sofrer a virada, o Brasil melhorou e tomou conta do jogo. As brasileiras tiveram duas grandes chances com Victoria, aos 20, e  Kerolin, aos 26, que fez grande jogada, finalizou, mas a bola caprichosamente parou na trava mexicana.
Apesar de dominar as ações da partida após o terceiro gol das mexicanas, o Brasil não conseguiu converter as oportunidades criadas em gols. Nos acréscimos, as brasileiras tiveram uma chance de ouro para diminuir o prejuízo: Ariadne sofreu pênalti aos 49 da última etapa, Victoria cobrou mas mandou no travessão no último minuto da partida.
Twitter da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

Comentários