FUTEBOL FEMININO: Brasil perde para Coreia do Norte e se despede do Mundial Feminino Sub-20

O BRASIL SE DESPEDIU DO MUNDIAL SEM NENHUMA VITÓRIA
CONCARNEAU (FRANÇA) - Neste domingo (12/8), a Seleção Brasileira Feminina entrou em campo, diante do Coreia do Norte, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo Sub-20, disputada na França. Com maior posse de bola e dominando as ações da partida, o Brasil saiu atrás no placar, buscou o empate e viu as norte-coreanas marcarem no fim e vencerem por 2 a 1. Com o resultado no Stade Guy-Piriou, em Concarneau, o Brasil acabou não conseguindo a classificação para as quartas de final e encerrou sua participação na competição no quarto lugar do Grupo B, com um ponto. Inglaterra, com sete, e Coreia do Norte, com seis, avançaram de fase. O México, com três, ficou na terceira posição.
O jogo
O primeiro tempo foi totalmente dominado pela Seleção Brasileira. Tomando a iniciativa do jogo e pressionando as adversárias, o Brasil teve boas chances de abrir o placar. Em uma delas, aos oito minutos, Isabella fez boa jogada ao desarmar a adversária e tocar para Victória, que finalizou com perigo e quase marcou. Aos 15, Thais Reiss cobrou falta na área, a goleira Yong Sun espalmou e, no rebote, Valéria ficou muito perto de colocar a Canarinho na frente. Aos 19, a camisa 21 chegou com perigo novamente, mas foi marcada por quatro norte-coreanas e não conseguiu finalizar. As brasileiras seguiram pressionando até que, aos 43, na única chance para a Coreia do Norte até então, Sun Im recebeu cruzamento na área e acabou marcando o gol para o time asiático.
Na volta do intervalo, as norte-coreanas passaram a pressionar mais, mas o Brasil segurou bem a marcação e não deixou de correr em busca da virada. Logo aos três minutos, Geyse se livrou da marcação, ajeitou de pé direito e chutou com muito perigo. Depois, aos 20, a bola sobrou para Valéria, que finalizou bem, mas por cima do gol. As investidas brasileiras seguiram e, aos 22, o empate saiu. Brenda iniciou o contra-ataque e passou para Isabella pela lateral. A camisa 14 passou e tocou para Valéria, que pegou por trás e jogou para o meio. Geyse entrou com tudo e chutou com força em cima da goleira, que não conseguiu pegar: 1 a 1. Depois, aos 35, após boa trama pela direita, comandada por Valéria, a bola chegou em Kerolin, que finalizou para defesa de Yong Sun. Sem desistir, o Brasil foi para cima e deu trabalho à goleira adversária nos minutos finais do jogo. Primeiro, Kerolin acertou o travessão aos 45 minutos, e depois Geyse chegou com perigo, obrigando a defesa de Yong Sun. A posse de bola foi brasileira até o apito final. Mas, ao 48, após cobrança de falta, Kum Ok entrou na área e cabeceou para dar números finais à partida: 2 a 1.

Comentários